Para repensar o uso do plástico

Se nada for feito, em pouco tempo haverá mais plástico do que peixes nos oceanos. Depois de festas com grande aglomeração de pessoas, a cena é comum. Praias, praças, ruas, tomadas pelo lixo. Centenas de trabalhadores varrendo e limpando, tentando limpar o local, transitando entre montanhas de sacolas e garrafas plásticas, descartadas na noite anterior. […]

leia mais