Relação intransferível: médico e paciente

Relação intransferível: médico e paciente

O relacionamento médico-paciente é de duas pessoas que se comunicam: um como “enfermo” e outro como uma pessoa capaz de ajudar a partir de seus conhecimentos e habilidades profissionais.

Em um passado não muito distante, lembramos da existência de uma relação forte entre o médico e seu paciente, e, por estreita extensão, com seus familiares. Era o médico da família.

Mais que acompanhava com cuidado todos os seus integrantes ao longo da vida, praticamente fazia parte dela. Infelizmente, depois do avanço da tecnologia, alguns passaram a admitir que o computador, a ressonância magnética e outros recursos são capazes de desempenhar papel mais importante do que a interação com o médico.
Qual a necessidade de atender particularmente e conversar com o paciente
quando é possível colocá-lo dentro de uma máquina e enxergá-lo por dentro?

Nenhum exame é capaz de indicar as condições sociais e culturais do
doente, não é capaz de diagnosticar tudo o que acontece com ele.


A tecnologia avançada e os benefícios acabaram colaborando para o esfriamento de uma fundamental e necessária cumplicidade.
Às vezes, um grupo de médicos não consegue atingir o que o médico que acompanha pessoalmente todos os processos consegue perceber.
O fato dos pacientes se sentirem confortáveis compartilhando seus problemas e o médico escutar atentamente, produz uma orientação de diagnóstico mais precisa e satisfatória, bem como uma redução de exames
complementares e intervenções desnecessárias.
O respeito pelas particularidades do paciente e a compreensão de seu contexto de vida traz consigo uma escolha de tratamento individualizado, adequando-se às expectativas e realidades dos pacientes.

Quando o paciente se sente envolvido na tomada de decisões e as circunstâncias em que vive são levadas em conta há uma maior adesão ao tratamento, por isso, a relação entre eles não pode ser transferida jamais.

Dr. João Couto Neto
http://www.drjoaocouto.com.br
Av. Dr. Maurício Cardoso, 833/sala 504 – NH
fones: (51) 3035-1716 / 3035-1718 / 99115-8784

Redes Sociais:
Facebook
Facebook
Instagram