Na sua época era melhor do que agora?

Na sua época era melhor do que agora?

Muitas pessoas costumam dizer na minha época… era melhor ou pior.
Mas vivemos no presente. Não importa se temos 1 ou 100 anos.

Não quero desconsiderar com esse comentário todas as importantes vivências que temos no passado e que dão formato à nossa identidade e à nossa personalidade. Eu mesma adoro contar as minhas experiências. Tenho orgulho de tudo que vivenciei. Todas as lembranças são importantes. Quando criança achava importante ter um passado para compartilhar com os outros. Mas… todas as lembranças dos diferentes tempos de minha vida apenas tem sentido se me levarem, no presente, ao futuro.


Não podemos nos esconder no passado e achar que este lugar é mais confortável. Isto seria decretar uma morte em vida.


Temos que olhar no espelho retrovisor do carro para nos cuidarmos e guiarmos para o futuro. Ou alguém dirige apenas olhando pelo retrovisor?
Em uma época em que avaliamos e somos avaliados é válida uma autocrítica de abertura para o futuro. De estarmos prontos para mudanças.

Precisamos a cada ano nos reinventar como pessoas. Ciclos sempre estão encerrando e começando. Assim como neste momento muitas células em nosso corpo estão nascendo e morrendo. Não existe verdade eterna, pois ideias nascem e morrem. Estrelas e planetas nascem e morrem, mas o universo prossegue sua trajetória.


Não feche portas para as novidades do futuro, sendo elas boas ou ruins, elas farão parte do teu passado e da tua história de vida. Os desafios nos mantém vivos.

Não aprendemos apenas com a repetição, mas também com as novidades que nos levam ao aprendizado sobre o modo mais certo ou menos errado.


Profa. Dra. Geraldine Alves dos Santos
Psicóloga Universidade Feevale

Redes Sociais:
Facebook
Facebook
Instagram